Pular para o conteúdo principal
InicioBlogPara empresas

O que significa democratizar os dados? Liberando o poder das culturas de dados

Saiba mais sobre a democratização de dados, por que ela é importante e como alcançá-la. Explore como ele pode melhorar a alfabetização de dados, capacitar indivíduos e empresas e criar um impacto social positivo.
abr. de 2024  · 13 min leer

Os dados são um ativo vital no mundo digital de hoje e estão mudando a maneira como vivemos, trabalhamos e interagimos uns com os outros. No entanto, durante muito tempo, os dados só eram acessíveis a poucos privilegiados com os recursos e o conhecimento técnico para coletá-los, processá-los e analisá-los. Isso criou uma lacuna significativa entre os que têm acesso a dados e os que não têm, resultando em acesso desigual a oportunidades e recursos.

Democratizar os dados significa quebrar essas barreiras e tornar os dados mais acessíveis a todos. Ele capacita indivíduos, empresas e comunidades a usar dados para tomar decisões informadas, impulsionar a inovação e criar um impacto social positivo. Aqui, exploramos o que significa democratizar os dados, por que isso é importante e como você pode fazer isso. Embora nos concentremos principalmente na democratização dos dados em um contexto organizacional, também abordaremos suas implicações mais amplas. 

O que é Democratização de Dados?

A democratização de dados é o processo de tornar os dados mais acessíveis a um número maior de pessoas em uma organização ou sociedade. Isso envolve a eliminação de barreiras que impedem as pessoas de acessar, analisar e utilizar os dados de forma eficaz. A democratização dos dados visa capacitar as pessoas a tomar decisões informadas e agir com base em insights de dados.

Tradicionalmente, o acesso aos dados era limitado a um grupo seleto de pessoas, como analistas de dados ou profissionais de TI. Essa falta de inclusão criou um desequilíbrio de poder em que as decisões eram tomadas por algumas pessoas com acesso aos dados, e não pelo grupo mais amplo de partes interessadas que poderiam se beneficiar deles. Com a democratização dos dados, esse desequilíbrio de poder é desafiado, e os dados se tornam mais acessíveis a uma gama maior de pessoas, incluindo tomadores de decisão, funcionários da linha de frente e clientes.

A democratização de dados envolve não apenas tornar os dados acessíveis, mas também torná-los compreensíveis e acionáveis. Isso significa fornecer às pessoas as ferramentas e as habilidades necessárias para analisar e interpretar os dados de forma eficaz. Isso também envolve a criação de uma cultura de alfabetização de dados nas organizações e comunidades, em que as pessoas são incentivadas a usar os dados para informar as decisões e impulsionar a inovação. Esses fatores estão no centro da missão da DataCamp, pois levamos a educação sobre dados a indivíduos e organizações. 

Democratização de dados nas organizações

Em um sentido comercial, a democratização de dados é a prática de fornecer acesso aos dados a todos em uma organização. Isso significa capacitar cada membro da equipe a acessar e usar os dados para a tomada de decisões informadas sem a necessidade de conhecimento técnico ou intervenção de TI. 

A democratização dos dados permite a análise de autoatendimento, em que funcionários não técnicos podem aproveitar os dados para obter insights, tomar decisões e explorar padrões de dados. Essa prática não se limita aos dados estruturados, mas também inclui dados não estruturados e obscuros. 

Democratizar os dados significa que mais pessoas têm acesso aos dados corporativos e podem interpretá-los. 

Além das organizações, a democratização de dados também incentiva a transparência de dados em governos e instituições, o que motiva os cidadãos a acessar e usar os dados disponíveis abertamente. Leia mais sobre a democratização de dados em agências governamentais em um artigo separado. 

Caso para dados abertos

Os benefícios da democratização de dados

Podemos consultar nosso State of Data Literacy Report 2023 para obter mais informações sobre os benefícios da democratização dos dados. Esse é um conceito que pode beneficiar tanto indivíduos quanto organizações

resolvendo problemas e criando valor. Aqui estão alguns dos principais benefícios: 

Melhoria da alfabetização em dados

Se considerarmos a alfabetização de dados como uma parte fundamental da democratização dos dados, veremos que a grande maioria dos líderes empresariais descobriu que os funcionários equipados com habilidades de alfabetização de dados superaram aqueles sem as mesmas habilidades fundamentais de dados. Além disso, ele capacita as pessoas com as habilidades necessárias para navegar no mundo orientado por dados em que vivemos hoje.

Uma força de trabalho mais produtiva

Da mesma forma, nosso relatório constatou que 70% dos líderes envolvidos no aprimoramento de dados tiveram uma melhoria de mais de 70% na qualidade e na velocidade da tomada de decisões, na inovação, na experiência do cliente e na retenção de funcionários. Do ponto de vista dos negócios, podemos ver que a democratização dos dados pode gerar uma força de trabalho mais qualificada, mais eficiente e inovadora. 

Um bom exemplo dessa democratização de dados em ação é o estudo de caso da Allianz. Usando o DataCamp, a Allianz capacitou mais de 6.000 pessoas em uma série de habilidades de dados. Eles criaram 22 caminhos de aprendizagem personalizados para diferentes alunos, associaram as metas de aprendizagem às metas de negócios e conseguiram medir uma economia de tempo média de 1,9 horas por semana para cada funcionário com habilidades aprimoradas.

Mais valor para os indivíduos

As pessoas também podem se beneficiar da democratização dos dados. 77% dos líderes empresariais concordaram que pagariam um prêmio salarial a candidatos com habilidades de alfabetização em dados. Incentivar o acesso igualitário aos dados dá aos funcionários a chance de aprender e aperfeiçoar essas habilidades, fazendo com que se sintam valorizados e agregando valor às suas carreiras. 

Maior transparência

A democratização dos dados pode promover maior transparência e responsabilidade dentro das organizações, pois mais pessoas podem acessar os mesmos dados e verificar e validar as descobertas, incentivando a abertura e a inovação.

Melhores percepções de dados

Alfabetização e democratização de dados

A ligação entre a democratização dos dados e a alfabetização em dados é clara. Para realmente democratizar os dados e torná-los acessíveis a um número maior de pessoas, esses indivíduos devem ter as habilidades e os conhecimentos necessários para entender e usar esses dados de forma eficaz. Isso significa investir em programas de educação e treinamento para melhorar a alfabetização de dados em toda a organização e garantir que os dados sejam apresentados de forma clara e fácil de entender.

Ao promover a democratização e a alfabetização de dados em conjunto, as organizações podem garantir que todos tenham acesso às informações necessárias para tomar decisões informadas e promover mudanças positivas. Isso pode levar a uma maior transparência, responsabilidade e inovação, resultando, em última análise, em melhores resultados para todos os envolvidos.

Os desafios da democratização de dados

É claro que a democratização dos dados parece boa no papel, mas torná-la realidade pode ser um tanto desafiador. Um dos principais obstáculos é o fato de que os dados geralmente são isolados e não têm uma propriedade clara. Além disso, a falta de conhecimento sobre dados em uma organização pode levar a interpretações errôneas ou decisões ruins. 

Garantir a qualidade, a integridade e a segurança dos dados é uma das principais preocupações que precisam ser abordadas no processo de tornar os dados acessíveis. Outro desafio é a escassez de cientistas de dados para apoiar a democratização dos dados. Vamos examinar os desafios em mais detalhes: 

  • Acesso aos dados. Um dos maiores desafios da democratização dos dados é garantir que todos os indivíduos e equipes de uma organização tenham acesso aos dados de que precisam, quando precisam. Isso requer uma infraestrutura robusta que possa lidar com grandes volumes de dados e fornecer acesso rápido e fácil aos usuários autorizados.
  • Qualidade dos dados. Outro desafio é garantir que os dados sejam precisos, confiáveis e atualizados. Isso requer um sistema de verificações e balanços para garantir que os dados sejam inseridos e verificados de forma consistente e que as fontes de dados sejam integradas e mantidas adequadamente.
  • Governança de dados. As organizações precisam estabelecer políticas e diretrizes claras para o acesso e o uso de dados para evitar o uso indevido de dados. Isso inclui definir quem tem acesso a quais dados, como os dados são armazenados e protegidos e como os dados podem ser usados nos processos de tomada de decisão.
  • Privacidade de dados. A democratização dos dados também pode gerar preocupações com a privacidade, pois mais indivíduos obtêm acesso a dados confidenciais. As organizações precisam estabelecer protocolos para proteger dados confidenciais, como anonimização, criptografia e controles de acesso.
  • Cultura de dados. Por fim, a democratização dos dados requer uma mudança cultural em uma organização para adotar a tomada de decisões orientada por dados. Para isso, é necessário instruir os funcionários sobre como usar os dados de forma eficaz e promover uma cultura de transparência e colaboração em torno dos dados. Você pode ler mais sobre como criar uma cultura orientada por dados em um artigo separado. 

Saiba mais sobre como evitar armadilhas na democratização dos dados com nosso webinar sobre o assunto, que explora armadilhas comuns, práticas recomendadas na criação de culturas de dados e insights táticos para impulsionar a adoção de dados e análises. 

Estratégias para uma democratização de dados bem-sucedida

De acordo com a pesquisa da Adobe, a democratização dos dados é essencial, pois resolve a escassez de recursos e diminui os gargalos. Por isso, ela se tornou uma estratégia essencial para várias organizações. Mas como você pode realizar iniciativas de democratização de dados em sua organização? 

As práticas recomendadas para a democratização de dados incluem a oferta de treinamento e suporte, o estabelecimento de diretrizes claras e o fornecimento de ferramentas para análise de dados. Quando os dados são democratizados de forma eficaz, eles são colocados nas mãos daqueles que podem usá-los melhor, capacitando-os a tomar decisões informadas que beneficiem a organização. Vamos examinar essas estratégias em mais detalhes: 

Oferecer treinamento e suporte

Uma estratégia fundamental para a democratização bem-sucedida dos dados é oferecer treinamento e suporte aos funcionários em todos os níveis da organização. Isso inclui o fornecimento de informações sobre como usar ferramentas e técnicas de análise de dados, além de oferecer suporte e orientação sobre questões relacionadas a dados. Ao investir no treinamento e desenvolvimento dos funcionários, as organizações podem criar uma cultura de alfabetização em dados e capacitar os indivíduos a tomar decisões informadas com base em insights de dados.

Estabelecer diretrizes claras

Outra estratégia para a democratização bem-sucedida dos dados é estabelecer diretrizes claras de acesso, uso e governança dos dados. Isso inclui a definição de funções e responsabilidades para o gerenciamento de dados, o estabelecimento de políticas de segurança e privacidade de dados e a definição de procedimentos para compartilhamento e colaboração de dados. Ao definir expectativas e diretrizes claras, as organizações podem garantir que os dados sejam usados de forma adequada e responsável, e que os funcionários entendam sua função no processo de democratização dos dados.

Fornecer ferramentas para análise de dados

Uma terceira estratégia para a democratização bem-sucedida dos dados é fornecer aos funcionários as ferramentas necessárias para analisar e interpretar os dados de forma eficaz. Isso inclui investir em plataformas e softwares de análise de dados, bem como fornecer acesso a ferramentas e painéis de visualização de dados. Ao fornecer aos funcionários ferramentas fáceis de usar para a análise de dados, as organizações podem facilitar a tomada de decisões orientada por dados e capacitar os indivíduos a aproveitar os dados em seu trabalho diário.

Incentivar a colaboração e o compartilhamento de conhecimento

Para aproveitar plenamente os benefícios da democratização dos dados, é importante promover uma cultura de colaboração e compartilhamento de conhecimento dentro da organização. Isso pode envolver a criação de equipes multifuncionais para trabalhar em projetos de dados, estabelecendo fóruns e comunidades de prática para compartilhar percepções e práticas recomendadas, além de oferecer incentivos para que indivíduos e equipes colaborem e compartilhem suas descobertas. Ao promover a colaboração e o compartilhamento de conhecimento, as organizações podem maximizar o valor de seus ativos de dados e permitir uma tomada de decisão mais eficaz em toda a organização.

Ferramentas para democratização de dados

As práticas recomendadas para democratizar os dados permitem que usuários não técnicos coletem e analisem dados sem precisar de ajuda de TI, o que significa dar a todos dentro de uma organização a chance de tomar decisões informadas por dados. 

Há uma série de ferramentas que podem ajudar a democratizar os dados em uma organização. Listamos algumas dessas ferramentas abaixo: 

  • Ferramentas de visualização de dados. Essas ferramentas ajudam os usuários a visualizar os dados de uma forma fácil de entender. Eles podem ajudar a democratizar os dados, tornando-os acessíveis a uma gama maior de pessoas que talvez não tenham habilidades abrangentes de análise de dados. Alguns exemplos de ferramentas de visualização de dados são o Tableau e o Power BI.
  • Plataformas de dados abertos. Essas plataformas fornecem acesso a dados que estão disponíveis publicamente, permitindo que qualquer pessoa acesse e use os dados para seus próprios fins. Exemplos de plataformas de dados abertos incluem o Data.gov, a Open Data Initiative e o Open Data Portal do Banco Mundial.
  • Catálogos de dados. Esses catálogos fornecem um índice pesquisável de conjuntos de dados disponíveis, facilitando a localização e o acesso dos usuários aos dados de que precisam. Os catálogos de dados podem ser usados para democratizar os dados, fornecendo um repositório central de dados acessível a todos os membros de uma organização ou comunidade. Alguns exemplos de ferramentas de catálogo de dados incluem CKAN, Socrata e OpenDataSoft.
  • Ferramentas de governança de dados. As ferramentas para governança de dados ajudam as organizações a gerenciar e proteger seus ativos de dados, garantindo que os dados sejam precisos, seguros e estejam em conformidade com as normas relevantes. Além disso, as ferramentas de governança de dados podem apoiar a democratização dos dados, fornecendo uma estrutura para o compartilhamento de dados de forma controlada e segura. Exemplos de ferramentas de governança de dados incluem Collibra, Alation e Informatica.
  • Ferramentas de análise de autoatendimento. Essas ferramentas permitem que os usuários realizem tarefas de análise de dados por conta própria, sem depender de equipes de TI ou de ciência de dados. As ferramentas de análise de autoatendimento podem apoiar a democratização dos dados, dando aos usuários a capacidade de acessar e analisar os dados de forma independente. 

Obviamente, o DataCamp for Business é outra ferramenta valiosa para a democratização dos dados. O DataCamp pode ajudar sua equipe a desenvolver habilidades em dados usando o currículo de aprendizado mais aprofundado do setor, incluindo Python, SQL, R, Power BI, Tableau e Data Literacy. 

Você pode saber mais sobre como as ferramentas de descoberta de dados permitem a democratização dos dados em um artigo separado. 

O futuro da democratização de dados

Como vimos com os recentes desenvolvimentos em IA generativa, como o GPT-4, os dados se tornarão cada vez mais centrais em nossas vidas diárias. Isso significa que as organizações precisam encontrar maneiras de tornar os dados mais acessíveis e utilizáveis para uma gama maior de partes interessadas.

Para continuar a revolução da alfabetização de dados, precisaremos ver mais investimentos em infraestrutura, governança e cultura de dados, bem como em novas ferramentas que possam facilitar a análise e a colaboração de dados. 

No entanto, com esses desenvolvimentos, surgem preocupações relacionadas à privacidade e à segurança dos dados. Dessa forma, as organizações precisarão equilibrar a democratização dos dados com a proteção de informações confidenciais. 

E, é claro, aqueles que investem na democratização e na capacitação de dados provavelmente se sairão melhor do que aqueles que não o fazem. Como vimos no relatório State of Data Literacy, 67% dos líderes de dados e de negócios acreditam que as organizações que investem em aprimoramento de dados têm maior probabilidade de estar à prova de recessão. Da mesma forma, 85% acham que os países que investem em habilidades de alfabetização de dados terão um desempenho melhor do que aqueles que não investem. 

Conclusão

O futuro da democratização de dados é promissor, pois está se tornando cada vez mais vital para as empresas capacitarem os funcionários com acesso aos dados, ferramentas e recursos certos. Isso permite que eles tomem decisões orientadas por dados que podem aumentar o desempenho e melhorar os resultados comerciais. Embora certamente não seja um processo simples, vale muito a pena em longo prazo. 

Aqui estão algumas dicas para ajudá-lo a iniciar a democratização dos dados: Primeiro, defina o que a democratização de dados significa para sua organização e crie um plano para isso. Em seguida, instrua os funcionários sobre o conceito de democratização de dados e seus benefícios e ajude-os a entender como isso pode beneficiar seu próprio desempenho. Por fim, ofereça amplo treinamento e recursos para que todos possam acessar os dados com facilidade e ter um melhor desempenho. Para uma educação líder do setor, o DataCamp for Business pode ajudar sua organização a aprimorar suas habilidades de forma eficaz e em escala. 

Temas
Relacionado

blog

O que é alfabetização em dados? Um guia para líderes de dados e análise

Descubra a importância da alfabetização em dados no mundo atual, orientado por dados.
Matt Crabtree's photo

Matt Crabtree

21 min

blog

A importância dos dados: 5 principais motivos

Por que os dados são importantes? Saiba mais sobre a importância dos dados no mundo atual e descubra alguns cursos para ajudá-lo a aprimorar suas próprias habilidades com dados.
Kurtis Pykes 's photo

Kurtis Pykes

6 min

blog

O que é cultura de dados? Um guia abrangente para ser uma organização mais orientada por dados

Descubra nossas principais dicas para criar uma cultura de dados em sua organização e obter a adesão de todos. 
Matt Crabtree's photo

Matt Crabtree

17 min

blog

Uma introdução à ética de dados: O que é o uso ético dos dados?

Aprenda tudo o que você precisa saber sobre ética de dados, incluindo os princípios fundamentais e como eles são aplicados aos seus dados.

Christine Cepelak

15 min

blog

Como analisar dados para sua empresa em 5 etapas

Descubra as diferentes etapas para analisar dados e extrair valor deles, bem como os métodos e técnicas envolvidos no processo.
Javier Canales Luna 's photo

Javier Canales Luna

14 min

Artificial Intelligence Concept Art

blog

Guia de casos de uso de ciência de dados

Conheça os casos de uso da ciência de dados e descubra como ela pode ser implementada em vários setores para impulsionar o crescimento e a tomada de decisões.
Elena Kosourova 's photo

Elena Kosourova

16 min

See MoreSee More